Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

O governo quer menos gente nas praias da Caparica (Portugal)

Aquele pedido do tio Luís era irrecusável. No tempo em que a Costa de Caparica era um areal inexplorado e as praias da margem sul do Tejo um privilégio reservado à elite com carro para lá chegar, Luís da Costa Vieira, um agricultor da zona de Loures, foi para lá tratar a asma. Instalou-se em casa de um pescador, a quem, por gratidão, ofereceu os comandos da concessão da praia do Castelo. Quis dar-lhe um negócio que o deixasse bem na vida. Só que a amizade esmoreceu e Luís viu-se a braços com o restaurante. A única solução foi recorrer à família para manter a casa aberta.
O convite apanhou Ludovina Silva já mulher feita. Casada com um dos sobrinhos de Luís, trabalhava como cozinheira na Escola Alemã, tinha dois filhos e a vida orientada, nesse final da década de 1950. Mesmo assim, comprometeu-se a tomar conta dos tachos durante o mês de férias. Prolongou por mais dois. E foi ficando na casinha de madeira, que, mais tarde, haveria de dar lugar ao edifício de alvenaria que ainda perdura…

Últimas postagens

TRF obriga ex-ministro a evitar poluição ambiental (SE)

'When corals die off, we die off'

Prefeitura de São João da Barra, RJ, busca licença ambiental para viabilizar obras de contenção do mar na praia de Atafona (RJ)

Filme alerta para o desaparecimento de praias (Portugal)

Mar avança sem controle no litoral paraibano.

Avanço do mar volta a destruir a orla de Marataízes (ES)

Mar avança e causa destruição em 8 balneários do Espírito Santo

Nova Iorque submersa: vídeo mostra as consequências de um aumento de 2°C na temperatura global (EUA)

Avanço do mar volta a assustar moradores e pescadores em Atafona (RJ)

Matosinhos investe 2,6 ME em projetos de valorização da orla costeira (Portugal)